“Ainda falta apoio ao esporte paralímpico no Brasil”, diz atleta do Fut-5

Depois de tornar-se tri e única campeã da categoria durante as Paralimpíadas de Londres 2012, a Seleção Brasileira de Futebol de 5 conquistou, no último dia 21, na região metropolitana de Tóquio, a copa “Cidade de Saitama” – vencendo o Japão por 2 a 1. Foi a primeira taça levantada pelo Brasil neste novo ciclo paralímpico 2013-2016.

Patrocinado pela Furukawa, o atleta paranaense Emerson de Carvalho, 28 anos e deficiente visual desde os seis, integra a equipe. Para ele, o patrocínio da empresa japonesa com operações no Brasil é forte motivação à sua permanência no esporte.

“Sem o suporte financeiro da Furukawa seria impossível seguir em frente”, comenta Emerson, que conclui: “o incentivo à prática esportiva por deficientes físicos já melhorou muito no Brasil, mas ainda falta apoio. É preciso que as empresas e os governos invistam também no esporte paralímpico brasileiro, que tem conseguido destaque nas últimas edições dos Jogos, levando mais pessoas deficientes à possibilidade de praticar esportes em alto nível”.

SOBRE A FURUKAWA – Indústria de origem japonesa, a empresa fornece infraestruturas inovadoras de comunicação, capacitando mão de obra especializada para os mercados e gerando emprego direto: só no Brasil são 800 colaboradores, 650 desses localizados no Paraná. Em crescente expansão na América Latina, mantém unidade industrial na Argentina, que é subsidiária da matriz brasileira para auxiliar na distribuição dos produtos para o mercado externo, onde está cada vez mais presente.

Fonte: http://www.segs.com.br