RS Paradesporto conquista 10 medalhas e 4 índices na etapa Regional do Circuito Caixa

 
Os Guerreiros mantiveram a tradição do paradesporto gaúcho na etapa Regional do Circuito Loterias Caixa, realizada no último final de semana, na cidade do Rio de Janeiro. A delegação composta por apenas 5 atletas retornou da Cidade Maravilhosa com 10 medalhas, a maior parte delas douradas, e, de quebra, 4 índices para participação nas etapas nacionais da competição, que acontecerão no segundo semestre.
Na piscina, o jovem Giacomo Braga foi o nadador mais rápido na categoria S6, derrotando os favoritos Eron Meyemberg, do Paraná, e Adriel Salino, do Rio de Janeiro. Jajah, como é conhecido entre os companheiros da equipe, cravou a expressiva marca de 39″90″, que, além da vitória, o credenciou para a disputa das etapas nacionais. Para completar, Giácomo foi prata nas provas de 100m peito (com o tempo de 2″30″09) e 400m livre (com a marca de 9″19″09).
Helena Petek mostrou muita evolução em relação ao ano de 2012, quando estreou no circuito. Venceu sua adversária principal, a joinvilense Michele Linzmeyer, nas 3 provas em que competiram. Nos 50m livres a vitória veio com o tempo de 1″40″00, no limite do índice para a etapa nacional. Nos 50m costas, Helena venceu novamente com índice, cravando a expressiva marca de 1″55″71. Para fechar a tríplice coroa, Helena bateu Michele também na prova dos 100m livres (com o tempo de 04″01″60).
No atletismo destaque para a boa participação de Carlos Roberto Oliveira e Altemir Luis Oliveira, nas provas dos 800m e 1.500m. No primeiro dia de competição, a chuva torrencial prejudicou as marcas dos dois corredores na prova dos 5.000m. “Não tinha condições, a luva escorregava e ficou impossível concluir a prova”, disse Altemir “Gringo” Oliveira, ao sair da pista. A recuperação veio com o tempo de 2″34″08 na prova dos 800m, que garantiu a vitória na categoria T53.
Na prova dos 1.500 metros Gringo ficou com a medalha de bronze; a prova foi vencida por Carlos Roberto, que finalizou o percurso em 4″17″26. Carlão também faturou a prova dos 800m, com o tempo de 2″14″49. Também fez parte da delegação o corredor Ronaldo Germano, que disputou as provas de 100m, 200m e 400m.
Nessa edição, pela primeira vez, a RS Paradesporto conseguiu levar uma delegação completa à competição. Os técnicos Fabio Inzaguirre (natação) e Márcia Torres (atletismo), além da fisioterapeuta Luana Moreira, acompanharam a delegação graças ao apoio do Criança Esperança.
Também merece alusão o fundamental apoio do V COMAR (Comando Aéreo Regional). “Sem a predisposição da Força Aérea em nos auxiliar no traslado, através da Base Aérea de Canoas, com certeza, teríamos imensa dificuldade em participar do circuito”, declarou, de forma agradecida, o Presidente Luiz Portinho.
A RS Paradesporto é uma associação sem fins lucrativos criada para fomentar o paradesporto e transformar a pessoa com deficiência em protagonista na sociedade. Nosso projetos contam com o apoio do Criança Esperança (Rede Globo de Televisão), UNESCO, do V COMAR e das empresas DESENVOLVER Recursos Humanos, FIERRO Special Cars e CF Group Importação e Exportações.