Centro Paraolímpico é anunciado para julho

Com prazo previsto para execução em 180 dias, deve ser erguido em breve, no bairro Mario Dedini, o Centro Paraolímpico de Excelência de Piracicaba. Foram sete anos buscando efetivar um convênio com o Governo do Estado de São Paulo para desenvolver na cidade as atividades paraolímpica que projetarão Piracicaba para todo o país.

A expectativa é do secretário municipal de Esportes, Pedro Mello, que confirmou ontem o investimento de R$ 1 milhão numa construção de 610 metros quadrados numa área de oito mil metros quadrados. O prefeito Barjas Negri confirmou que a licitação para a obra está na fase final.

Com o Centro, treinarão na cidade atletas paraolímpicos de alto nível nas modalidades atletismo, natação e tênis de mesa. “Piracicaba deverá ser uma das principais referências na preparação da delegação brasileira que disputará as Paraolimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016”, afirmou Mello. O prédio vai oferecer infraestrutura para receber atletas paraolímpicos, incluindo banheiros adaptados, refeitório, cozinha, recepção, estacionamento, salas de fisioterapia e musculação, espaço para atendimento médico e acomodações para 50 atletas.

As instalações ficarão ao lado do Sesi, que já conta com equipamentos esportivos e será parceiro na implantação das atividades, segundo o secretário de esportes. Para facilitar o acesso dos atletas às áreas de treinamento, será construída uma ligação direta entre o prédio e o Sesi, segundo informou Arthur Ribeiro, secretário municipal de Obras.

O concretização do Centro teve a participação do vereador André Bandeira, que defende Piracicaba nos Jogos Regionais e Abertos como para-atleta. “O Brasil vive um momento positivo no paradesporto com o segundo título no Parapan-americano, em quatro disputados”, disse. O tênis de mesa, contemplado no Centro e modalidade praticada pelo vereador, já conquistou nove medalhas de ouro para cidade.

O projeto de criar centros esportivos paraolímpicos no interior é do ex-governador José Serra. O governador Geraldo Alckmin prosseguiu com o projeto, anunciando também parceria para construção de um alojamento para 74 atletas olímpicos e paraolímpicos no Complexo Desportivo Constâncio Vaz Guimarães, em São Paulo.

Para Pedro Mello, além da projeção da cidade, os atletas locais também serão beneficiados. Ele acredita que a evolução das modalidades esportivas acontece quando se tem um exemplo importante a ser seguido. Ele lembra a importância de sucessos como o de Gustavo Kutcher, no tênis e César Cielo na natação refletiram no desenvolvimento da modalidade. “Nossas crianças, jovens e adultos terão em quem se espelhar e serão estimulados ao esporte”, conclui.

Fonte: http://jornaldepiracicaba.com.br/capa/default.asp?p=viewnot&cat=viewnot&idnot=202330