CPB: COM BOM PÚBLICO, BRASIL PASSA PELO CANADÁ E ENFRENTA EUA EM BUSCA DO PRIMEIRO LUGAR

O Brasil não se intimidou pelo bom jogo apresentado pelas canadenses no primeiro dia do Parapanamericano Feminino de Vôlei Sentado e venceu a partida por 3 a 0 (26/24, 25/20 e 25/23). Apesar da diferença no placar, em quadra o equilíbrio prevaleceu e fez os mais de 150 presentes no ginásio do Clube de Campo de Mogi das Cruzes vibrarem muito. No segundo jogo da manhã desta quinta-feira, 29, os Estados Unidos passaram facilmente pelas colombianas e venceram por 3 a 0.

Os três sets entre Brasil e Canadá foram disputados até o final e as brasileiras tiveram que se superar para bater as rivais. Em um jogo marcado pelos erros dos dois lados, o conjunto brasileiro foi o grande destaque e marcou 24 pontos de ataque. Até o momento, o Brasil tem 100% de aproveitamento na competição, levando a melhor nos seis sets disputados.

Na arquibancada, o público, formado em sua maioria por crianças, vibrava muito. As escolas municipais Mogi das Cruzes e Guiomar, e o colégio Fujitaro Nagao trouxeram cerca de 100 alunos para mostrar a história de superação das atletas e estimular o respeito aos deficientes físicos.

“O esporte é muito importante e trouxemos as crianças aqui para quebrar o preconceito”, afirmou Silvia Cristina Prado, professora do colégio Fujitaro Nagao, e o menino Henrique, de 6 anos, aprovou: “É legal!”, disse ele.

Um pouco mais consciente do que estava assistindo, Tainá, de 11 anos, foi além: “É bom ver que dá para fazer esporte mesmo sendo deficiente físico. E é bem legal, disputado. É emocionante!”, vibrou a estudante da Escola Municiapl Guiomar.

Como já era esperado, a partida entre Estados Unidos e Colômbia foi rápida. Em apenas 36 minutos as americanas repetiram o placar do jogo de estreia do Brasil, na última quarta-feira, e venceram por 3 a 0 (25/0, 25/2 e 25/3). As colombianas, que são estreantes na competição, fizeram apenas 10 pontos até o momento.

Na parte da tarde, o Brasil enfrenta os Estados Unidos às 20h em busca da primeira colocação no grupo. Caso saia com a vitória, as brasileiras pegam a última colocada do grupo nas semifinais de sexta-feira. Canadá e Colômbia, que ainda não venceram nenhuma partida, duelam às 18h.

“O Brasil tem vantagem grande na disputa pela vaga paraolímpica jogando em casa. Quando o presidente da ABVP (Associação Brasileira de Voleibol Paraolímpico), Amauri Ribeiro, procurou o nosso apoio não tivemos dúvida em dá-lo. Desejo a melhor sorte possível para nossas jogadoras. A conquista da vaga será um passo importante para o vôlei sentado, já que poderá ser a estreia da equipe feminina nas Paraolimpíadas”, afirmou o presidente do Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB), Andrew Parsons.

Apenas uma seleção se classifica para a Paraolimpíada. Mas, como os Estados Unidos já garantiram uma vaga ao se consagrarem vice-campeães mundiais em 2010, a disputa fica entre Brasil, Canadá e Colômbia. Se as americanas conquistarem o primeiro lugar, a segunda colocada carimba o passaporte para os jogos de Londres.

A seletiva feminina para as Paraolimpíadas de 2012 é organizada pela ABVP, por meio da Organização Mundial de Voleibol para Deficientes (WOVD), com apoio do Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB). A seletiva masculina será entre os dias 12 e 20 de novembro, em Guadalajara, no México.

Seleção Brasileira Feminina:
4 Ádria Jesus da Silva (ADAP)
5 Graciuana Moreira Alves (Adfego)
11 Gabrielle Aparecida Marchi (Adfego)
9 Jani Freitas Batista (ADAP)
2 Ana Paula Araújo (SESI-SP)
1Aderlandi Borges da Silva (SESI-SP)
3 Gizele da Costa Dias (Cepac)
7 Nathalie Filomena de Lima e Silva (SESI-SP)
8 Gislaine Basto Milane Brasil (Assama-PR)

Entenda o vôlei sentado
Surgiu em 1956, na Holanda, a partir da combinação entre o voleibol convencional e o Sitzbal, esporte alemão que não tem a rede, praticado por pessoas com limitada mobilidade e que jogam sentadas. Podem competir amputados, paralisados cerebrais, lesionados na coluna vertebral e pessoas com outros tipos de deficiência locomotora.

Entre o vôlei paraolímpico e o convencional há menos diferenças do que possa imaginar. Basicamente, a quadra é menor, assim como a altura da rede, pois os jogadores competem sentados. Outra diferença consiste no fato de o saque poder ser bloqueado. É permitido o contato das pernas de jogadores adversários, desde que não se obstrua as condições de jogo. O sistema de pontuação, o número de jogadores e a formação da equipe de arbitragem são idênticos à vertente olímpica.

PARAPANAMERICANO FEMININO DE VÔLEI SENTADO
Data: 28/9 a 01/10
Local: Clube de Campo de Mogi das Cruzes – CCMC
R. Duarte de Freitas, 133 – Monte Líbano

JOGOS
28 de setembro
15h – Brasil 3
x 0 Colômbia
17h – Canadá 0 x 3 USA

29 de setembro
9h – Canadá 0 x 3 Brasil
11h – USA 3 x 0 Colômbia
18h – Colômbia x Canadá
20h – Brasil x USA

30 de setembro
18h – Semi-Final 1
20h – Semi-Final 2

1º de outubro
13h – Final 1 – disputa do bronze
15h – Final 2 – disputa do ouro