“Tinha péssima mania de não usar cinto”, disse Fernando Fernandes

Fernando Fernandes, campeão de paracanoagem

Na madrugada de 4 de julho de 2009, quando voltava de uma partida de futebol, o ex-BBB e modelo Fernando Fernandes perdeu a direção de seu carro em uma curva, e se chocou contra uma árvore. Estava sozinho e sem cinto, e em decorrência do acidente ficou paraplégico.

Em maio último, Fernando tornou-se um exemplo claro de superação, sendo o primeiro brasileiro a obter o título de campeão mundial de paracanoagem.

Com quantos anos começou a dirigir?
Com 18. Nunca fui fã de velocidade, a não ser na pista de motocross, mas tinha a péssima mania de não usar o cinto.

Como foi o acidente?
Estava me preparando para uma campanha como modelo e precisava estar em forma. Também por isso, fazia muita dieta. À noite, ainda fui jogar futebol. Voltei para casa cansado, fraco, com fome, e desliguei. Acordei no hospital.

Como recebeu a notícia de que não voltaria a andar?
Até hoje não recebi. A lesão medular é uma incógnita para a Medicina, e há uma chance de eu voltar a andar. Tenho esperanças.

Como superou o que lhe aconteceu?
O acidente aconteceu quando eu estava em destaque na minha vida profissional como modelo. A superação veio através de algo que eu sempre praticava: o esporte. Passei a fazer dele minha profissão.

E a estética?
Claro que sobre cadeira de rodas, não pertenço mais a nenhum padrão estético imposto pela sociedade, mas minha imagem agora é marcada por minha força. Obstáculos não me freiam.

Como descobriu a paracanoagem?
Foi um presente de Deus que descobri na reabilitação. Em oito meses me tornei campeão mundial.

Você voltou a dirigir?
Sim. E só de cinto. É um processo difícil de reaprendizagem. Como tudo para mim.

Fonte: Gazeta Online