Instituto Superar iria receber verba sem licitação da Prefeitura do Rio

Além de ter recebido um repasse de R$ 2 milhões do Governo do Estado sem licitação para um evento hípico, a ONG Instituto Superar também iria receber o mesmo valor por parte da Prefeitura do Rio, mas a liberação foi cancelada pelo prefeito Eduardo Paes.

A informação foi divulgada nesta terça-feira pelo jornal “O Globo”. De acordo com a reportagem, o despacho confirmando o repasse foi publicado no Diário Oficial no dia 31 de agosto (assinado pelo secretário municipal de Esporte, Romário Maia), mas Paes comunicou o cancelamento por meio de sua assessoria de imprensa. Mas o dinheiro será transferido para a organização do Athina Onassis Horse Show. Dois detalhes chamam a atenção: o repasse será feito sem licitação e sim através de um convênio.

Outro detalhe é que a ONG Instituto Superar tem como missão original “fomentar o esporte paraolímpico em busca de performance técnica e resultados” (conforme diz o site da entidade), mas o dinheiro foi liberado para transporte e rastreamento dos cavalos que foram usados na competição, além do aluguel da hípica onde o evento foi realizado (na Lagoa, Zona Sul do Rio). Não houve presença de atletas paraolímpicos na disputa.

Um levantamento feito pela vereadora Andrea Gouvea Vieira (PSDB) aponta que o instituto já tinha recebido repasses da Prefeitura em duas ocasiões, desta vez por meio da Rio Tur. A parlamentar baseou os dados no site Rio Transparência. Ela informou que vai encaminhar pedidos ao Ministério Público Estadual (MPE), solicitando investigação, e ao Tribunal de Contas do Município (TCM), de inspeção dos contratos da Prefeitura.

O ONG Instituto Superar informou que “não tem mais motivos para qualquer manifestação sobre o assunto” e que realiza “um trabalho sério” na promoção dos atletas paraolímpicos.

Fonte: Blog do Sidnei Rezende