Brasil volta do Mundial de Remo com uma vaga garantida em Londres 2012

Terminou neste domingo, dia 4, o Campeonato Mundial de Remo de Bled, na Eslovênia. Após uma semana de provas, a equipe brasileira de remo adaptável fez boa campanha e voltou com uma vaga assegurada para os Jogos Paraolímpicos de Londres, no ano que vem.

O feito foi conquistado por Cláudia Santos. A atleta foi bem na fase eliminatória e conseguiu classificação para a final da categoria skiff A, o que lhe garantiu a vaga para os Jogos de Londres 2012.

Competindo contra atletas de Israel, Bielorussia, Coreia, Ucrânia e França, Cláudia terminou a prova em quinto lugar. A ucraniana Allá Lysenko foi a vencedora da prova, com o tempo de 5m39s52. Cláudia completou a prova em 5m56s45.

As outras duas guarnições brasileiras também terminaram em quinto lugar no Mundial. Primeiro na disputa quatro com LTA misto, com a equipe formada por Norma Moura, Nilton Padilha, Regiane Silva, André Dutra e o timoneiro Carlos Mauricio Abreu e depois com Luciano Luna, no skiff AS. Veja todos os resultados da competição clicando aqui.

Congresso da FISA
Ao final do Mundial, ocorreu o Congresso Anual 2011 da Federação Internacional de Remo (FISA). A reunião aconteceu na manhã desta segunda-feira, dia 5, e debateu pontos importantes para o futuro da modalidade no mundo.

Entre os assuntos abordados, esteve a mudança de distância de todas as provas do remo adaptável para 2.000m, como ocorre na modalidade olímpica. A comissão do remo adaptável apresentou análises detalhadas das vantagens e desvantagens da mudança. Os delegados vão revisar o documento e devem decidir até o próximo mês de novembro.

Anúncios