Melhor horário para fazer exercício físico

Muita gente me pergunta qual é o melhor horário para fazer seu exercício diário. A verdade é que nosso corpo acaba se acostumando a qualquer horário. Basicamente é você estar estimulando-o a isso. O período bom é aquele que você tem disponível. Porque se for diferente você sempre vai arrumar uma desculpa para não ir: “tenho de estar no trabalho”, “preciso levar meu filho na escola”, “vou encontrar os amigos”, “quero ver a novela” e por aí vai. É claro que é legal ter um tempinho reservado para criar a rotina da prática esportiva, mas uma vez ou outra não fará mal se você “encaixá-la” em meio a suas tarefas cotidianas.


Dê uma olhada em sua agenda: é mais fácil acordar um pouco mais cedo e partir para sua atividade física ou finalizar seu dia com ela, mesmo que isso signifique chegar um pouquinho mais tarde em casa? Em qual horário você se sente mais disposto? Essas são as primeiras perguntas que você tem que se fazer e que são a chave do sucesso para criar uma rotina e dar continuidade a seu projeto de qualidade de vida.

Optar pelo período matutino é uma grande pedida. E não me venha com essa história de “Ah, de manhã eu não consigo!” O importante é ter uma noite anterior de sono descente e uma alimentação correta. A temperatura é geralmente agradável, você se “livra” do exercício logo cedo e passa o dia muito mais disposto pela ação das endorfinas. Mas se você não gosta de madrugar (sim, porque falamos começar antes das sete da manhã) pode se deixar seduzir com facilidade pelo conforto da cama – especialmente naqueles dias frios e chuvosos.
Ao entardecer ou no começo da noite o clima também é ameno e perfeito para a prática. E funciona muito bem como alívio para um dia estressante de trabalho. Acontece que é preciso disciplina para ir, porque nesse horário é fácil o chefe segurar você no escritório ou pintar aquela happy hour com os amigos. Se você tem dificuldade para dormir, o treino nesse horário também pode deixá-lo mais ligado, por isso procure concluí-lo pelo menos duas horas antes de pensar em deitar.
No meio do dia não é o período ideal, principalmente pelo calor. Mas o tempo que você tem é a hora do almoço? Tudo bem, ainda mais se existe aquele esquema para tomar um banho depois e voltar ao trabalho na boa. Pode ficar um pouco mais corrido, mas vale. Se for praticar ao ar livre, lembre-se de reforçar a proteção solar, usar boné e hidratar-se bem. E não se esqueça de comer depois. Afinal, é seu horário de almoço.
Você não precisa bagunçar sua vida para praticar exercícios. É tudo uma questão de encaixe. Tem gente muito, mas muito ocupada que consegue colocar não uma, mas duas e às vezes três atividades esportivas na agenda. Treinar em seu período disponível – mesmo que curto – é muito melhor do que não fazer absolutamente nada. Chega de desculpas!

Fonte: #desafiopharmaton *Marcos Paulo Reis
Preparador Físico
MPR Assessoria Esportiva
@reismpr

Anúncios