Edênia Garcia assina com Dez Sports e se prepara para Londres 2012

A nadadora Edênia Garcia é a mais nova cliente da Dez Sports, agência de marketing esportivo com sede em Natal/RN. Referência no esporte paraolímpico brasileiro, a atleta potiguar, que não integra mais o projeto do Instituto Superar, espera seguir sua trajetória de dedicação e superação nas piscinas, sempre levando o nome do Rio Grande do Norte aos pódios por todo o mundo.

“Para mim, é muito importante ter uma empresa da minha cidade ao meu lado, prestando consultoria nesta área de comunicação e marketing. Assim terei tranquilidade para desenvolver meu trabalho na piscina e ainda obter uma visibilidade maior no meu Estado”, comentou Edênia, que tem 24 anos e possui uma distrofia muscular progressiva, chamada de polineuropatia sensitiva motora.

“A Dez Sports recebeu com muito orgulho o convite para gerenciar a carreira de Edênia, uma atleta super campeã. O trabalho está sendo iniciado agora e, com um bom planejamento, a deixaremos bem tranquila, concentrada apenas nos treinamentos, para que ela possa conquistar mais medalhas para o Rio Grande do Norte e o Brasil”, declarou o jornalista Alan Oliveira, diretor da Dez Sports.

A principal competição de 2011 para a nadadora potiguar será os Jogos Parapan-americanos de Guadalajara, no México, de 12 a 20 de novembro deste ano. Neste domingo, ela embarca para San Luis de Potosí, região com altitude parecida a de Guadalajara, para um período de preparação de cerca de três semanas.

“É a primeira vez que nadarei na altitude. San Luis de Potosí fica 1.900m acima do nível do mar. Todos os atletas sentem dificuldade e o treinamento será importante para aprimorar o rendimento fisiológico. Realizei exames de sangue antes do embarque e teremos o acompanhamento de médicos durante estes 20 dias”, explica Edênia.

Nas altitudes elevadas o ar é mais rarefeito devido à queda na pressão do oxigênio. Para suprir esta diminuição da oferta de oxigênio, o organismo inicia uma maior produção de glóbulos vermelhos (expelidos pelo baço). Após a aclimatação, há o aumento do volume sanguíneo e do número de hemácias, aumentando a capacidade de transporte de oxigênio e, consequentemente, o rendimento do atleta.

Londres 2012

Tricampeã mundial dos 50m costas da classe S4 – venceu em Mar Del Plata (Argentina), em 2002, em Durban (África do Sul), em 2006, e em Eindhoven (Holanda), em 2010 -, Edênia foca suas atenções para o ciclo que culmina com os Jogos Paraolímpicos de Londres, em 2012. Nas duas últimas edições da competição, ela foi prata nos 50m costas em Atenas, em 2004, e bronze nos 50m livre, em Pequim, em 2008.

“Fiquei feliz com a notícia de que a prova dos 50m costas, minha especialidade, foi confirmada no programa de Londres. Isto me motivou ainda mais para lutar pelo sonhado ouro paraolímpico”, finaliza Edênia.

Fonte: Dez na Rede