Cadeirante corre Meia Maratona da Uruguaiana

O contraste do clima e a integração de atletas foram os principais ingredientes da 16ª Meia Maratona Internacional de Uruguaiana que foi realizada entre dois países neste final de semana.

A distância de 21 quilômetros estendeu o percurso da disputa entre o centro da cidade brasileira até Paso de los Libres, cruzando duas vezes pela Ponte Internacional.

Nem mesmo a temperatura baixa, em torno de 13 graus, atrapalhou os corredores, que vieram de todos os cantos.

Nem só a distância foi vencida pelos competidores.A superação de deficiências físicas também fez parte da competição. Caso como o do cadeirante João Antônio Gonçalves Correa, que veio de Canoas, participar de mais uma meia maratona em preparação a Maratona de Porto Alegre.