Eventos Esportivos, aposte neste nicho!

No último ano, diversas marcas apostaram em eventos esportivos como uma oportunidade de “falar” com o público em clima descontraído. Empresas como Toyota, Volkswagen, Nike, Cervejaria Itaipava, Batavo, Danone, a rede supermercadista Carrefour, entre outras, atrelaram suas marcas a essas ações.

E a tendência é que se torne um dos principais destinos de investimento de marketing nos próximos anos. O Brasil está envolvido em duas importantes competições mundiais, Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016, e deverá receber outras 240 realizações esportivas internacionais.

Para o Ministério do Esporte o crescimento será continuo na área. A infraestrutura herdada e a exposição do país em nível mundial serão atrativos para as ações esportivas relacionadas a várias modalidades e em diversos estados do país.

Sem contar o impacto econômico. Estudos apontam que só as Olimpíadas serão responsáveis por US$ 11 bilhões no PIB entre 2009 e 2016 e de US$ 13,5 bilhões de 2017 a 2027.

As ações em torno dos eventos irão, com certeza, movimentar o mercado. Algumas agências já estão de olho nesse nicho e contam com áreas especificas para atendimento.

O grupo Maior possui a Brasil 1 que cria e desenvolve projetos em diferentes segmentos e modalidades.  No grupo ABC a ReUnion é que assume as ações de marketing esportivos. A Dream Factory possui a divisão Sports destinada só para atender a demanda da área e a Spirit é outra agência que está atuando neste segmento. Em outra ponta, agências atuam exclusivamente com essas ações, independe dos conglomerados de mídia, como a Latins Sports, Iguana Sports, Yescom, Roma Comunicação, entre outras.

O crescimento já  é percebido em todo o setor. Fornecedores já se especializaram para atender a crescente demanda.  Para Felipe Medeiros, responsável pelo marketing da Maxi Áudio Luz e Imagem, é preciso ter conhecimento e equipamento especializado para realizar eventos ao ar livre e em longa distância, como no caso das corridas de rua. Ele aponta o mercado vem crescendo ano a ano e o envolvimento brasileiro com Copa e Olimpíadas contribui para o fortalecimento.

O mercado de eventos atingiu a “maioridade”, se profissionalizou e passa a receber, ano após ano, nichos especializados de atuação.

Fonte: Tempos & Movimentos

Anúncios