Comitê Paraolímpico Brasileiro participa pela primeira vez da Reatech

A 10ª Reatech (Feira Internacional de Tecnologias em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade) contará pela primeira vez com a participação do Comitê Paraolímpico Brasileiro. Cinco atletas que participarão da paraolímpidas de Londres estarão presentes no evento, também no estande do comitê os visitantes terão demonstrações de algumas modalidades, poderá tirar fotos no pódio, para sentir o gostinho da conquista dos atletas e guardar de recordação.

Atletas que trouxeram varias medalhas no atletismo como Ádria dos Santos, que ganhou ouro paraolímpico e o recorde mundial dos 200m, conquistados nas Paraolimpíadas de Sidney, em 2000 no atletismo. Lucas Prado, tricampeão paraolímpico, corre nas categorias  100m, 200m e 400m chegou em primeiro nas suas três no Mundial de Atletismo em Christchurch, em janeiro deste ano. E Terezinha Guilhermina, dona de quatro medalhas paraolímpicas um ouro, uma prata e dois bronzes, é hoje um dos principais nomes do atletismo paraolímpico. No Mundial da modalidade, em janeiro deste ano, na Nova Zelândia, Terezinha conquistou quatro medalhas de ouro, quebrou dois recordes mundiais e foi um dos principais nomes da competição.

Representando a natação paraolímpica estão presentes os atletas Andre Brasil Esteves, nadador atual recordista mundial: 50m, 100m livre e 100m borboleta que ganhou seis medalhas de ouro, uma prata e uma de bronze no Parapan do Rio de Janeiro 2007. Clodoaldo Francisco da Silva no Parapan do Rio de Janeiro 2007 ganhou sete ouros e uma prata com oito recordes mundiais 50m, 100m livre, 150m medley, 200m livre e 50m borboleta foram batidos dois recordes em cada prova: pela manhã e tarde e revezamento 4x50m medley.