Deu no Lance: O Mundial é para cegos. A arquibancada não

Veja que gafe! Vamos torcer e cobrar para que isso não se repita em 2016.

A Associação Internacional de Esportes para Cegos (IBSA, em inglês) aprontou uma “pegadinha” de mau gosto para os judocas que estão disputando o Mundial organizado pela entidade, em Antalya, na Turquia.

O único acesso para atletas e comissões técnicas à arquibancada exclusiva das equipes no local de competições é por meio de uma escada improvisada em um dos cantos do ginásio. Mas o problema não é esse. No topo da escada, quem vai acessar a área dos assentos precisa pular uma grade de proteção, de cerca de 50 centímetros de altura (veja nas fotos). Se para uma pessoa normal isso já apresenta um risco de queda, imagine então para um deficiente visual.

Isso claramente mostra que a estrutura não possui adaptação para as necessidades dos cegos. Em conversa na semana passada com Jaime Bragança, técnico da equipe brasileira de judô no Mundial da IBSA, ele relatou que no ano passado, no Mundial de judô no mesmo local, eles sofreram com o mesmo problema. Na entrevista, Jaime disse que acreditava que o ginásio teria melhoras neste aspecto para este ano. Na arquibancada, pelo menos, isso não aconteceu.

Fonte: Lancenet

 

 

Anúncios